terça-feira, 27 de abril de 2010

Os dias...

...têm sido assim...
...Meio vazios ou meio cheios!
Nunca completos.

*
*
*

4 comentários:

driftin' disse...

Creio que nunca experimentei um dia assim. Completo!...

...E, depois, se calhar, era bem capaz de não saber o que fazer com ele. Prefiro-os suculentos, mas vou-me obrigando a não lhes sorver o sumo por inteiro.

Assim, no dia seguinte, já tenho um ponto de partida. Não é necessário voltar ao início.

Rough Chef disse...

É por essas coisas que conseguimos apreciar melhor todos os lados da vida. Se tudo fosse perfeito e completo, não teríamos nunca de lutar por nada, e tudo perderia a sua beleza... assim, a capacidade de cada um de nós para interpretar as coisas como meio vazias ou meio cheias (com a analogia do copo) é que transmitem a beleza do que vivemos e experimentamos no dia a dia.

Abraços

. intemporal . disse...

.

. então,,, .

.

. assim sendo,,, .

. ! deixa de os separar .

. juntos e ao mesmo tempo,,, meios vazios e meios cheios,,, dir.te.ão que estás a viver .

. ! a vida .

. ... como uma sessão contínua .

. [sem intervalo] .

.

. abraço.te . ***** .

.

Yor - Surprise me disse...

Deixa-te surpreender em:

http://yorsurpriseme.blogspot.com/

Surprise!